terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Matozinhos, 27 de janeiro de 2009


Recortes e colagens de acontecimentos num dia passado:



O chão dos estacionamentos está cheio de óleo de motor
O asfalto cheio de buracos
Uma cidade de interior
Olhos cheios de lágrimas aguardadas
Mulheres na moda do cabelo alisado
Dezesseis mortos no feriado
O país bate um novo recorde

Todas as borracharias estão sujas
O gol foi anulado no segundo tempo
Línguas e nervos almejam bucetas pela noite
Medo toma conta dos olhares

Até onde pôde ele viveu no ambulatório
A cidade está iluminada
Foram cinco pontos na cabeça
O assassinato foi logo após a missa das nove
As pessoas estão obesas
O tempo é um carrasco



E por falar em acontecimentos, hoje acontecerá um encontro jazzístico e rockístico: terça jazz no Conservatório Music bar e olha o time: Neném, Enéias Xavier, Chico Amaral e Power Trio – essa noite promete!


A origem do Powertrio


Antes de eu conhecer o Danilo ele tinha recebido uma ligação numa madrugada às três da manhã: era o Baiano dizendo que havia me visto tocar e blá, blá... Depois de uns meses eu fui fazer um show no Garage tocando baixo num trio com amigos meus de Pedro Leopoldo tocando só músicas do anos setenta. Durante o show, a Renatinha toda hora ia na frente do palco me encher o saco pedindo pra chamar o Glauco baterista do Tianastácia pra tocar comigo: Pô, o show tava ensaiadinho, o pau quebrando e a mulher toda hora me enchendo o saco e eu puto falando: - Calma! No final eu chamo o cara! E pensando: (Que porra!). Mal sabia eu que ele era um dos maiores bateristas de rock que eu já tinha visto. Ele sentou na batera eu peguei a guitarra e tocamos um som muito doido. O Glauco tinha pirado de me ver tocando aqueles baixos do Grand Funk e The Who e ainda cantando as músicas no tom original, a mão dele coçou mesmo. Aí no final do show ele pegou meu telefone, e de madrugada, mais precisamente às sete da manhã o telefone do Danilo tocou de novo: era o Glauco falando que tinha conhecido um cara chamado Gleison Túlio: encontrei o cara! Daí o Careca já armou da gente fazer um som no Conserva e batizou a banda como Powertrio. E o resto acontece por aí fellas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Arquivo do blog

Loading...